Levando a mensagem às ilhas da Indonésia

Atualizado: 26 de Abr de 2018



A Indonésia é o maior arquipélago do mundo formado por mais de 17 mil ilhas das quais 6 mil possuem moradores. É a quarta maior nação da terra com mais de 256 milhões de habitantes. Seis são as religiões permitidas de serem professadas na nação, sendo que 87% seguem a fé islâmica. O cristianismo (católicos e protestantes) tem menos de 7% de seguidores e o nominalismo cristão é evidenciado ao redor do país.


Cerca de 800 línguas e dialetos são falados ao redor da nação. São vários os povos não alcançados, sendo que em Sumatra (uma das 5 grandes ilhas) existe o maior número destes. Em Java está o maior PNA do país com mais de 40 milhões de pessoas.


O trabalho local foca duas principais frentes. A primeira é no despertamento da igreja local a fim de que alcance seu próprio povo. Isso significa mobilizar a igreja na Indonésia a mover-se em direção aos não salvos dentro de suas fronteiras. O fator perseguição religiosa, cultural e histórico são empecilhos contra essa proposta. Em muitos lugares não se permite a presença de cristãos e nem muito menos a abertura de igrejas. Falar sobre religião é tabu, de modo que a evangelização é pouco motivada, principalmente em lugares mais fechados e restritos. A matriz religiosa protestante do país é uma igreja pouco ativa na comunidade. Em lugares de maioria cristã o consumo de álcool e casos de HIV superam outra regiões, tornando uma "propaganda avessa" à proposta do evangelho.


A outra iniciativa é no recrutamento, treinamento e envio de evangelistas a locais não alcançados. Há obreiros atuando ao longo do arquipélago e a igreja local continua ‘gerando’ missionários locais. A falta de treinamento dos obreiros em áreas cristãs é uma barreira para um trabalho eficaz de discipulado e surgimento de vocacionados. Por outro lado, o impedimento da entrada de estrangeiros em diversas regiões torna crucial e urgente o investimento no preparo dos nativos. O estabelecimento de plataformas que permitem, ao mesmo tempo, a facilitação de entrada em locais fechados e o autossustento, compõem-se da melhor estratégia para o envio de autóctones.


Atualmente 2 das 4 famílias que trabalham conosco estão atuando entre os PNA’s e as demais servindo no alcance dos "primos".


Por último, há portas abertas na nação! Deus tem usado pessoas e organizações de diversas partes do mundo para servir à igreja e à causa missionária na Indonésia. O perfil essencial para um obreiro na Indonésia é de uma pessoa salva por Cristo e que continua crescendo na fé. Formados em diversas áreas, profissionais autônomos e outros oriundos de várias profissões também são bem vindos para servirem no país.


Ore, contribua, divulgue e junte-se a nós até o fim!


Família Davi Rocha.


Seja um mantenedor desse projeto clicando aqui.

Crossover Global - Base no Brasil

R. Francisco Caron, 630, Pilarzinho

Curitiba - PR; CEP 82120-200

Contato

+55 (41) 3029-4368